Retornando ao trabalho depois de uma longa ausência

As razões pelas quais as pessoas tiram uma licença de um emprego podem variar e, seja qual for a razão para se ausentar, isso pode representar alguns desafios quando chega a hora de voltar novamente para o trabalho. Além disso, geralmente envolve uma grande quantidade de mudanças.

Existem muitas circunstâncias que podem ocorrer que causam uma afastamento do emprego. Você pode ter se afastado para acompanhar sua esposa que acabou de ter um bebê, ter passado por uma doença e esta recebendo o pagamento do INSS, amamentado, recebido um aviso de demissão ou talvez você tenha feito uma pausa para fazer algum treinamento .

Não é impossível encontrar um novo emprego, mas é provavelmente um obstáculo que você terá que atravessar. Se você se encontrar em uma situação na qual precisa arrumar seu currículo e se preparar emocionalmente para voltar ao trabalho, respire fundo e se concentre. Pode não ser tão assustador quanto parece. Sim, existem esses obstáculos para contornar, mas uma vez que você se põe em movimento, é muito mais fácil obter sucesso.

Confira nossas dicas para retornar ao mercado de trabalho

Quando você tem uma longa lacuna no emprego, os especialistas geralmente recomendam que você projete seu currículo para destacar suas habilidades, em vez da tradicional ordem cronológica de seu histórico de empregos. Isso é conhecido como um currículo funcional.

Em vez de listar seus empregos de acordo com o tempo que você trabalhou em cada trabalho, estruture seu currículo para se concentrar nas habilidades que você possui.

Você pode precisar escrever algumas versões diferentes de seu currículo para se adequar melhor a cada trabalho para o qual se candidata, mas é provável que você encontre mais sucesso se deixar de fora as datas e evitar ter que responder a perguntas difíceis sobre seu longo perídio sem emprego.

E se você for perguntado sobre a lacuna? Nesse caso, concentre-se em compartilhar as coisas que você estava fazendo durante sua ausência do mercado de trabalho. Destaque qualquer tempo gasto adquirindo novas habilidades, participação em palestra motivacional, estudando, fazendo trabalho voluntário ou qualquer outro talento que você tenha aprendido ao longo do caminho.

Prepare-se para suas entrevistas

Preparar-se para a entrevista é tipicamente outro grande fator de estresse para a maioria das pessoas, especialmente para aqueles que não trabalham em um emprego formal há muito tempo. Se você não estiver acostumado a se encontrar com um possível empregador e estiver preparado para responder a perguntas, isso pode ser um desafio. Seria sábio reservar algum tempo para se familiarizar com as entrevistas.

Além disso, as perguntas de hoje muitas vezes diferem das tradicionais empregadoras pelos recrutadores. Algumas das perguntas feitas podem ser aquelas que você não espera. Em 2017, a Forbes publicou um artigo descrevendo as 20 perguntas mais estranhas feitas em entrevistas de emprego.

Em termos de perguntas, esteja preparado para o inesperado. Os empregadores não estão apenas olhando para suas habilidades ou conhecimentos, eles estão tentando avaliar personalidades, criatividade e uma série de outros atributos pessoais para ver quais candidatos são os mais adequados para suas organizações.

Além disso, muitos empregadores esperam que você faça algumas perguntas também. Antes da sua entrevista agendada, personalize algumas questões para o seu potencial empregador.

Fique longe das coisas óbvias, como os tipos de trabalho que você faz, etc. Na maioria dos casos, é esperado que você já tenha feito sua lição de casa e eles esperam que você já conheça a empresa que pretende trabalhar. Em vez disso, concentre-se em perguntar sobre um dia de trabalho típico, tipos de responsabilidades, maneiras de contribuir, etc.

A dinâmica de hoje evoluiu no local de trabalho. Faça alguma pesquisa sobre não apenas o que a empresa faz, veja também o que você pode descobrir sobre suas filosofias e cultura organizacional. É importante, tanto para você quanto para o empregador, que você seja um bom candidato. A concorrência para muitos tipos de empregos é alta e, se você quiser conseguir o emprego cobiçado, você terá que brilhar.

Quão bem você conhece a tecnologia?

Nos últimos anos, a tecnologia tornou-se fortemente integrada com diferentes tipos de trabalhos.

Essa mudança abrange muitos setores. Se você não estiver familiarizado com a tecnologia atual, essa provavelmente será a maior mudança e talvez você deva se preparar essa nova realidade.

Se você está fora do mercado de trabalho há muito tempo, pode ser útil fazer algumas aulas de informática. A maioria das pessoas hoje tem conhecimento básico de computadores, mas se você não for especialista em computação, seria uma vantagem fazer alguns cursos para se familiarizar.

Algumas ferramentas são quase que uma obrigação você saber, como o Microsoft Office, particularmente no Word e no Excel, também é uma habilidade que um grande número de empregadores procura.

Os candidatos sem algum nível de conhecimentos de informática terão seus currículos provavelmente descartado. A tecnologia é uma necessidade na maioria das indústrias e é raro encontrar uma posição que não exija algum nível de proficiência em computação.

Retornar ao trabalho depois de uma longa ausência é muitas vezes difícil de reajustar, especialmente se o intervalo for longo. A boa notícia é que uma vez que você consegue o emprego, a parte difícil acabou, porque você terá atravessado com sucesso um grande obstáculo.

Depois de iniciar seu novo trabalho, você pode se concentrar em um dia de cada vez, à medida que aprende sua nova posição. Claro que haverá muita mudança a ser enfrentada, mas você já demonstrou que está pronto para o desafio.

 

Retornando ao trabalho depois de uma longa ausência
Rate this post

Deixe um comentário